12 99754 1285

LIVROS

Livro

O Estreito de Éden

Autor: Kissyan Castro

GÊNERO: Poesias (Selo Candeeiro)
ISBN: 978-85-5833-235-4 | ANO: 2017
FORMATO: 14X21
PÁGINAS:  90 | Pólen Soft 80gr

 

Sinopse:  Kissyan Castro desafiou-se duplamente em sua jornada poética. Sua grande conquista é conseguir expressar em breves poemas temas de alta complexidade, que trazem grandes epifanias, aliando a isto uma bela arquitetura de linguagem. Os temas trazidos pelo escritor, juntamente com seu tipo de escrita etéreo, elevam o leitor para as esferas da reflexão, local no qual as grandes questões humanas, como, fim o da vida e a existência de Deus, são levantadas. O primeiro poema da obra “O estreito de Éden”, interioriza-se no eu-lírico, através de uma “machada de palavras” que vão perfurando a pele do leitor, conforme as metáforas vão se expandindo em direção a essência do enredo da poesia, “além está o rio, antes o azul, / antes mesmo da água, um rio além/ do rio, a cavalgar o dia num púl/pito de estrelas, vãs, de morto Amém.”  Como visível no próprio nome do livro, os enredos bíblicos são explorados não só na temática, mas também na maneira como os versos são escritos, ricos em erudição e referências a figuras bíblicas, “o céu é só a ausência de Lúcifer”. De certa maneira, o poeta parece ter nadado nas fontes inspiradoras do “Espírito Santo”, para conhecer a revelação do dom da escrita. Na poesia “Mesa Posta” o conjunto de seis versos trazem uma imagem diferenciada para a posicionar o homem em relação a vastidão do mundo, como se observa em, “ Pífio pâncreas/ o da lua, / indigesto / grão de açúcar / do que somos para a noite”. Nesta pequena poesia, a lua personifica características humanas, mas no final do poema, esta lógica é invertida, quando surpreendentemente a figura do homem é diminuída ao ser comparada a complexidade da noite. Kissyan Castro faz poesia com as inseguranças do homem, em versos curtos, mas intensos, pelos quais ele magistralmente consegue calar o leitor, trazendo o silêncio das palavras, que se umedeceram visto ao impacto da intensidade dos seus significados.

 

OUTRO(S) LIVRO(S) DESTE AUTOR