12 99754 1285

LIVROS

Livro

RYUKYU

Autora: Luciana Setúbal

GÊNERO: Romance (Selo Castiçal)
ISBN: 978-85-5833-252-1 | ANO: 2017
FORMATO: 14X21
PÁGINAS:  152 | Pólen Bold 90gr

 

 

 

Sinopse:  A trama da vingança é inserida em um contexto de relacionamentos explosivos, discórdia e desunião acabam por criar, naturalmente, um ambiente propício para a realização do sórdido plano de revanche. Logo na abertura da obra, o cenário é sobre uma problemática família, ainda abalada pela perda do pai e marido, Laco. Os personagens são Sabelle, seus dois filhos, a sogra Yolanda, e o enigmático, Aran, que é o filho de Laco com sua primeira namorada. O ressurgimento de Aran neste âmbito familiar, será como faísca em pólvora, sua aparência física, bastante semelhante ao do falecido pai, agita ainda mais os ânimos dos personagens, a avó Yolanda ao primeiro contato com o neto, desmaia, acometida não só pela fragilidade advinda da avançada idade, mas principalmente pela intensidade de suas emoções. A escrita de Setúbral, apresenta cortes entre a narrativa principal, feita em terceira pessoa, e os trechos em itálicos que denotam as impressões pessoais de Aran, são estes trechos isolados que vão formando no leitor a percepção da personalidade e das intenções deste personagem. Todas as relações desta família: mãe e filha, filho e mãe, sogra e nora, são conturbadas, a distância afetiva de cada membro desta família, faz-se ainda maior devido ao flagelado psicológico de cada dos caracteres. A narrativa é poética, cedendo a lírica das imagens, trazidas como devaneios e digressões, mas que, dotam este enredo com mais dramaticidade, o que se casa bem com a trama proposta.Neste romance de estreia, Setúbal adentra para o campo da psique, demonstrando conhecimento acerca do sombrio estado afetivo, no qual, milhares de famílias se encontram, com seus membros distanciados entre si. Esta situação de Sabelle e seus parentes não é uma realidade distante, pelo contrário, é o contexto atual de milhares de famílias espalhadas pelo mundo. Esta leitura permite  a reflexão da vulnerabilidade do seio familiar, causadas pelo desamor e pelo desencontro de um indivíduo com o outro.

 

OUTRO(S) LIVRO(S) DESTE AUTOR

Onde Começa o que Sempre Acaba

Onde Começa o que Sempre Acaba