• Minhas meigas criaturas

GÊNERO: Crônicas
FORMATO: 14X21  | ANO: 2018
PÁGINAS:  112 | Pólen Bold 90gr



SINOPSE:

                Elisabete Reis em sua trajetória de vida, começou como musicista, mas mudou de rumos acabando por se encontrar na vocação do magistério. No seu ambiente profissional, ela vivenciou grandes experiências, sendo que dentre aquelas que mais foram-lhe importantes foram as trocas de conhecimento advindo do seu relacionamento com os adolescentes. Deste intercâmbio de ensinamentos surgiu a vontade da autora de registrar algumas das situações acontecidos no espaço da sala de aula.
            No conto “A Sala de Aula”, a autora classifica os dois tipos característicos de alunos, aqueles que são os “’cdf’s”, sentam sempre na primeira carteira e só tiram dez, e do outro lado aqueles que vivem na coordenação devido a mal comportamento. Estes alunos de diferentes personalidades são altamente criativos, uma qualidade observada no contexto impróprio das provas.
            São nas avaliações que os professores encontram verdadeiras pérolas, respostas tão desconectadas do conteúdo informativo que parecem pegadinhas inventadas com o abuso dos trocadilhos, “O mar vermelho é desta cor porque muitas pessoas morrem nas suas águas devido a guerras”, ou, “país desenvolvido é aquele que não é subdesenvolvido”. 
            A paixão sentida pela autora por seus alunos e pela escola, é percebida por este relato escrito, conteúdo só possível de ser capitado, por um alguém que reconhece as adversidades e os desafios do ensinar, mas que percebem nestas aparentes empecilhos a graça da aprendizagem.

             







Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Minhas meigas criaturas

  • R$34,00

Etiquetas: Lampejos