• Do pássaro voando ao contrário

GÊNERO: Poesia

FORMATO: 13X18 | ANO: 2018      

PÁGINAS:    114 | Pólen Soft 90 gr


SINOPSE:


          Bessa compara os sentimentos e o interno com percepções objetivas, se a emoção dúbia do ato de escrever, angustiante e ao mesmo tempo criativa pode ser sintetizada ou definida, basta-se pensá-la como se fosse “o dia de hoje querendo saber as novidades do ontem”. O autor tem esta característica de trazer a comparação para seus versos, com quem diz, o mundo não é somente a paisagem, mas os seus costumes e suas padronizações, servem como instrumento de comparação para se entender os sentimentos humanos.

            É sintético, é objetivo. Segue-se brutalizando o caráter sutil de estados e emoções, o sorriso não é sinônimo de felicidade e sim, “ um empréstimo forçado, além das suas possibilidades”, o que ocorre é que as particularidades de sentimentos, alegrias, tristezas são desdobramentos que vêm em resultado as ações e funcionamento do mundo, cada estação, cada convenção social fazem da  felicidade, da criatividade causas que surgem como respostas  negativas à fonte que jorra da modernidade, da instabilidade, do distanciamento.

         Mas o autor sabe também falar do amor, da saudade, sabe utilizar o cenário para descrever, enriquecer e sensibilizar seus enredos poéticos, como um romântico saudoso que enxerga toda a vida e toda emotividade dos lugares, “o pôr do sol feito uma imensa coroa de ouro afundando no mar, / a igrejinha lá em cima, encolhida / feito um gato preguiçoso”. Neste sentido Bessa demonstra que suas comparações nascem não somente do seio hostil do cimento e do asfalto, mas também das relações afetivas e dos amores que “permanecem em seus olhos cansados”.





Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Do pássaro voando ao contrário

  • R$34,00

Etiquetas: Candeeiro