• A alma dança em seu berço

GÊNERO: Poesia

FORMATO: 14X21 | ANO: 2018      

PÁGINAS:   90 | Pólen Soft 90 gr


SINOPSE

Niels parece conduzir o leitor por caminhos obscuros, difundidos sob a tênue névoa de um certo pessimismo. É o se depura de frases como “a vida é cruel, todos nós vamos morrer”, ou outras como “agora enquanto esta estúpida chuva cai / e estamos todos ocupados morrendo. No entanto, o convite imprevisto de seus versos é uma chamada para a vida, em que pese o seu bailado caótico. Neste sentido a poesia é um escudo de batalha: “Poesia não é para fracos”.
De certo modo, feito do mesmo material dos sonhos é a poesia. Ambos são os responsáveis por uma significação quase transcendental da realidade. A ligação entre versos, rimas e estéticas mistura-se com a densidade pesada e árdua da vida desenvolvida neste mundo brutal; o autor, entretanto, aponta que tal fusão é necessária, posto que a poesia precisa “sujar-se”, adquirindo manchas como sinal de batalha, “um poema deve ser tão honesto quanto as cotações da Dow Jones / um misto de realidade e puro blefe”.
O humor da poesia consiste inerentemente na constatação do fracasso como coisa indissociável do nosso cotidiano. De tal modo que um passeio pela cidade pode ser o culpado por esbanjar aos olhos do poeta a frustração das coisas como elas são; contudo, por outro lado, se o poeta apaixonar-se ao andar pelas ruas, vê também que estas doces utopias platônicas são destoantes ao enredo da vida, na qual nenhuma paixão se consuma de fato. “A vida é brutal” e a beleza está contida, às vezes, mais “nas palavras do que na realidade”.
           



Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

A alma dança em seu berço

  • Autor: Niels Hav
  • Modelo: P357
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$35,00

  • Pontos necessários: 1

Etiquetas: Editora