• Memórias da infância em que eu morri

GÊNERO:  Romance  

FORMATO: 14X21 | ANO: 2018      

PÁGINAS:   172 | Pólen Soft 90 gr


SINOPSE:

A história do menino Hugo  traz, já no prólogo, a situação pela qual a história se envolve e desenvolve. A narração do ambiente da casa do protagonista é descrita primeiramente com a exposição de um relacionamento saudável entre seus pais.

De repente, sem muitas razoáveis explicações, surgem entre marido e mulher as primeiras discussões, seguidas de uma enormidade de atitudes estranhas, como choros, rezas... Os pais de Hugo, devotos de Nossa Senhora, entregam ao poder da divindade suas súplicas vindas do desespero. Conforme as aflições dos seus pais se alastram, o protagonista vai tomando esclarecimento sobre a situação.

Todos os acontecimentos levam o personagem a concluir que há algo de muito perigoso acontecendo em seu organismo. Ele, que havia passado por diversos exames médicos, sem saber ao certo o porquê de todos eles, começa a ser proibido pelos pais de tomar conhecimento sobre o que de fato lhe está acontecendo.

Após esta introdução, o romance aos poucos ganha uma grande contextualização sobre a vida pessoal do menino Hugo: seus gostos, seu estilo de vida, suas peculiaridades, sua afetividade. A obra, narrada pela voz do protagonista infantil, soa bastante íntima ao leitor, que se apega e se envolve com a história no desejo de descobrir o que está acontecendo com o narrador e qual o desfecho tomará o enredo, formando assim a sina última de Hugo. 





Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Memórias da infância em que eu morri

  • R$40,00

Etiquetas: Lampejos