• Poemas para metrônomo e vento

GÊNERO: Poesia        
FORMATO:   14X21  | ANO: 2018                      
PÁGINAS:  110    | Pólen Bold 90 gr


SINOPSE:
                Metrônomo é um instrumento que marca o ritmo das músicas, o seu funcionamento é construído para dar suporte a mensuração da passagem do tempo, assim, ele permite que a música flua com maior organizações e expressividade.Título muito bem contextualizado às características escritas da obra, nela, o tempo e a música se misturam metaforicamente feito metrônomo, marcando o ritmo do cotidiano, as coisas observáveis e corriqueiras como o nascimento da aurora, as borras de café, o quarto vazio, os sentimentos fugazes se perdem feito “poeira cósmica” entre “lenços e relógios”, entre uma rotina inevitável que se faz percebível somente pela decorrer do tempo. A autora enfatiza, em sua obra, o cotidiano que está em todas as coisas, na luz que vem do sol, no cheiro da mata, em um café, no fogo. Estas manifestações físicas, de corpos e sabores, só podem ser percebidas devido a íntima relação do tempo com os seres humanos, os quais, por sua vez, encontram expressividade para as suas existências, devido a noção de passado, presente e futuro.  Existe uma busca transcendental que motiva a jornada das pessoas, mesmo aquelas que não sabem bem onde querem chegar, é um impulsionamento que vem das memórias e lembranças, de uma existência formada e significada por um cotidiano, que é moldado pela sublimidade do tempo, o qual “tingi os corpos com dor e alegria”.







Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Poemas para metrônomo e vento

  • R$40,00

Etiquetas: Editora