• Ah, O amor!

GÊNERO:  Prosa                

FORMATO: 16X23 | ANO: 2017                

PÁGINAS: 252 | Pólen Soft 90 gr




SINOPSE:

O amor romântico é cheio de ambiguidades, brigas, às vezes pequenas, outras nem tanto. Por meio de contos, que o autor chamou de “Episódios”, Luiz Cancello passeia entre essas dualidades inerentes ao sentimento amoroso, o conflito rotineiro das diferenças entre os casais. Cada episódio da obra, mostra um pequeno conto, nos quais a rotina de algum casal é abordada, mostrando as pequenas contradições entre as pessoas, de diferentes personalidades. Estas desavenças acentuam-se ainda mais quando surgem no contexto de um relacionamento amoroso. No Episódio 14 o autor destaca as divergências de desejos entre namorado/namorada, ou esposa/marido, para mostrar o quanto a convivência íntima é circundada de pequenas insatisfações. Neste conto simples, o fato de um dos parceiros não desejar um suco de laranja feito pelo companheiro, já implica um assunto para uma discussão amorosa. O prefácio da obra sintetiza bem esta dinâmica que sustenta os relacionamentos amorosos, no caso, uma pessoa do casal indignasse com a maneira pela qual o companheiro lê o livro. Nesta introdução fica nítida a intenção do autor em salientar que os relacionamentos amorosos são fragilizados na dificuldade de se aceitar as pequenas diferenças, e as contrariedades a ela inerentes. Ao mesmo tempo em que o autor focaliza os pequenos problemas entre os casais, mostra também que o charme do amor, é o fato de sua existência que resiste mesmo entre as incômodas diferenças dos casais. Se o casal é capaz de não levar o amor tão a sério, retirando-lhe esta atmosfera de conservadorismo, a graça das diferenças surgirá como uma pequena chama que mantém os casais unidos





Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Ah, O amor!

  • R$46,00

Etiquetas: Lampejos