• Revol-tril

GÊNERO: Romance                    

FORMATO: 14X21 | ANO: 2018                       

PÁGINAS:  276 | Pólen Soft 90 gr


SINOPSE:

            A beleza lírica, assim como, da forma, é normalmente perseguida por escritores que se alinham com o clássico, engajados na abordagem de temas transcendentes, utópicos, esta, porém, não é a poesia de Hermano. 
             O título “Revol-tril” sintetiza bastante o estilo do escritor, já na capa é possível perceber a liberdade na utilização das palavras que se reorganizam para produzir reflexão, as brincadeiras dos trocadilhos são uma forma do poeta propor críticas a estilos de vida, e principalmente, a contemporaneidade. 
            Uma das indignações do autor, é o fato de que, o mundo está em pedaços, repleto de assassinatos, pobreza, miséria, e, no entanto, as pessoas não se atentam para a real emergência da situação, na qual elas próprias são vítimas. Aleias ao estado de sofrimento de si próprias, seguem na fuga breve encontrada nos prazeres, na exaltação de celebridades que são trazidas pela mídia como anestésicos.
            As epifanias das quais Hermano se serve para construir a sua poesia são resgatadas de canções de grandes figuras da música, como Gilberto Gil. Com a citação da música “Drão”, o poeta liga um gancho com o amor, descrevendo a atual maneira de amar, para o escritor, as fotos que são compartilhados no espaço online impulsionam clicks, mas muitas vezes não refletem um real sentimento afetivo.
            Nesta situação catastrófica moderna, viver é se mostra em um contínuo ato de “lavar as mãos”, pois esta é a maneira de se permanecer vivo frente aos obstáculos atordoantes da pedofilia, do mercantilismo do corpo e da alma. Se não se pode mais “lavar as mãos”, então, a solução é recorrer a “Musa”, a poesia que “fulmina verdades pútridas e cala”.



Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Revol-tril

  • R$32,00

Etiquetas: Lampejos